Home » Prisma, mais um do Projeto Ônix

Prisma, mais um do Projeto Ônix

O Novo Prisma será realmente todo novo. A nova geração terá desenho esportivo e traseira mais curta. Até as portas traseiras o sedã é idêntico ao futuro hatch Onix. Porém, a coluna C cai de forma acentuada, dando ao sedã um aspecto de cupê de quatro portas. A previsão de chegada é somente para janeiro de 2013. Porém, não será surpresa se a marca apresentá-lo no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro.
A frente terá faróis espichados e o capô bem pequeno, assim como os para-lamas. A grade será filetada e não em colmeia, como a dos irmãos. Apesar de manter a grade bipartida, a frente não seguirá as linhas dos últimos lançamentos da marca, como Agile, Montana, Cobalt, S10 e Spin.


Na traseira, o sedã terá lanternas com formato que lembram as do Cruze Sport6. Um detalhe que pode incomodar os consumidores é a abertura pequena da tampa do porta-malas, que pode ser um empecilho para bagagens maiores.
As versões de entrada do novo Prisma terão para-choques mais simples e as mais caras terão apliques nele. A ideia da marca é estabelecer diferenças entre a versão de entrada e as topos de linha. Outro detalhe que marcará as versões mais caras é o filete de luz azul que contorna o farol, como mostra a projeção. Essa luz irá se acender junto com o farolete.
Derivado do Projeto Onix, o novo Chevrolet Prisma será fabricado na planta de Gravataí (RS), juntamente com o novo hatch Onix. A unidade foi toda modernizada para a produção dos dois modelos e, de acordo com o apurado pela reportagem, a linha de produção está apta a receber outros carros de menor e maior portes.

MOTOR O sedã será equipado com um novo motor 1.4 Econo.Flex. Ainda não há informações sobre potência e torque. Nos bastidores, a conversa é que o novo motor foi um desafio para a engenharia, que tem como missão extrair o máximo de potência em um propulsor de menor cilindrada.

PLATAFORMA Assim como o Onix hatch, o novo Prisma é construído sobre a plataforma Gamma II, usada na Europa pelo Opel Corsa. No Brasil, Cobalt, Spin e os importados Sonic hatch e sedã já usam a arquitetura. A base ainda será usada no futuro SUV compacto Enjoy (Trax).

VERSÕES O sedã seguirá as nomenclaturas LS, LT e LTZ para identificar as versões de acabamento. Todas deverão usar somente o motor 1.4. Airbag será de série em todas as versões, pois, em 2013, toda a produção dos modelos derivados dos novos projetos terá que sair de fábrica com o equipamento de segurança de série.

ATUAL Em setembro, o atual Prisma, derivado do Celta, deixará as linhas de produção. O Celta, por sua vez, continuará em fabricação por mais tempo e ganhará um visto de permanência no mercado, já que receberá airbag e ABS na lista de opcionais na linha 2013.

Ansioso para a chegada do modelo na LiderBH?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *