Home » Pole para Nelsinho Piquet

Pole para Nelsinho Piquet

  Pole position pela primeira vez na Nascar, Nelsinho Piquet dominou por 107 voltas no oval de Rockingham, um dos circuitos mais tradicionais na Nascar. Foi a primeira pole da carreira de Piquet na categoria. Com uma velocidade média de 144,3 milhas por hora, o brasileiro marcou o melhor tempo no treino classificatório sem nunca ter andado antes na pista da Carolina da Norte. Ele foi o 27º piloto a ir à pista, marcando 24s933 em seu melhor giro.
Faltando 25 voltas para o final da corrida, Piquet foi mandado para o final do pelotão, mas ainda teve força para superar quase todos os concorrentes e terminar em sétimo. Com o resultado, o brasileiro somou mais 39 pontos no campeonato e agora está na sexta posição, a melhor classificação que já obteve na disputa entre pilotos. Ele tem 100 pontos, 21 a menos que o líder, Timothy Peters.
Partindo da pole pela linha externa, o domínio do Chevrolet Silverado #30 foi avassalador no início da prova. Entre a volta 9 e a 60, após a primeira bandeira amarela da tarde, o brasileiro sustentou a liderança abrindo larga vantagem sobre todos os concorrentes. Quando veio a segunda interrupção, no giro 61, Nelsinho já se aproximava do décimo colocado para aplicar-lhe uma volta e tinha mais de 12 segundos de margem para o vice-líder, o que equivale a meia volta no circuito de uma milha.


Após um breve intervalo em segundo lugar, Nelsinho recuperou a ponta após disputa com Matt Crafton. Àquela altura da corrida ele levava vantagem no duelo com o adversário -entre as voltas 83 e 123 apenas uma vez o truck #88 cruzou a linha de chegada na frente do brasileiro.
Um acidente na volta 122 motivou o chefe da equipe de Piquet Jr, Chris Carrier, a chamar o piloto para seu segundo pit-stop da corrida. A parada demorou um pouco mais que o esperado, e o Silverado #30 alinhou em quarto lugar para a relargada no giro 130 e partiu para o ataque.
Na volta 166, ele já era o vice-líder e se aproximava rapidamente para retomar a ponta. Mas a perseguição foi interrompida na volta 175, pela quarta bandeira amarela do dia.
Piquet então foi novamente chamado para os boxes, para fazer sua última parada para troca de pneus. Na retorno para a pista ele foi flagrado a 40,08 milhas por hora -ou 1,28 km/h acima do limite estipulado pela Nascar para trafegar no pitlane.
“Nosso ponto de parada nos boxes era o último e não achávamos que era possível ultrapassar o limite tão perto da linha do radar. Foi uma pena, mas este é só o início do meu segundo ano completo na Nascar e ainda estou aprendendo”, disse Nelsinho.
Punido, ele foi mandado para o final do pelotão. A última relargada aconteceu na volta 180 e Nelsinho avançou rapidamente buscando recuperar posições até receber a bandeirada em sétimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *